2011, parecido com 2010… Nem tanto!

Pois é…

Estamos agora em 2011, um Feliz Ano Novo para você que está lendo este humilde blog, muita saúde, paz, sucesso e prosperidade para todos.

Como sempre se fala, estamos em um momento de reflexão e “medir” o que planejamos no ano anterior com o alcançado, o não cumprido/realizado e começar a reorganizar, fazer um novo planejamento e corrigir os erros apresentados durante todo 2010 na vida pessoal, profissional e principalmente no planejamento anterior. O que significa, aprender com os nossos erros e até mesmo como os erros dos outros.

Então, cá estou fazendo e tornando novamente pública minhas metas para 2011.

Neste link listei várias coisas. Algumas não realizei por falta de incentivo, motivação ou até mesmo por preguiça. E tantas outras corri atrás, lutei e conquistei.

Vou apenas listar e falar os motivos das metas terem sido deixadas “de canto”:

1. Aprender a programar;
2. Aprender C;
3. Sistemas Operacionais;
4. Mexer com OpenBSD;
5. Continuar a colaborar com o Arch Linux Brasil;
6. Postar mais no blog.
7. Inglês;
8. Aprender Java;
9. Engenharia de Software;
10. Banco de Dados;
11. Estudar para concurso;

Ao iniciar o ano de 2010, estava em um “pique” de querer realizar várias coisas e estava correndo atrás sem perder o foco e mantive assim por 3 meses. Muita coisa aconteceu nos 3 primeiros meses e acabei mudando algumas prioridades, tais como aprender java, banco de dados e engenharia de software… Coisas que não me trouxeram tanto “tesão” e não tinham tanta prioridade para mim naquele momento e decidi excluir de minhas metas.

Sendo assim, continuei estudando programação, C, Sistemas Operacionais e mexer um pouco com OpenBSD. Consegui manter um ritmo até interessante e sempre que possível alternando um pouco de cada um deles, até chegar meados de fevereiro sendo pressionado e tendo que focar meus esforços para estudar e fazer provas de concursos.

Como as coisas na pressão nunca dão certo, acabei focando em outra coisa a qual acabou impulsionando a realizar outras metas, como falo um pouco mais abaixo.

E coisas importantes, ao meu ver, que deveriam ter mais prioridade, foram totalmente deixadas de lado e que me arrependo amargamente por não ter colocado em prática. Colaborar mais com o Arch Linux Brasil e com o Arch, postar mais no blog e estudar Inglês.

As coisas e a vida, nem sempre são como esperamos e nem temos como recuperar o tempo perdido, fico atordoado com isto e hoje, busco não pensar muito sobre e sim, lutar para realizar tudo que pretendia.

As conquistas:

1. Arrumar um emprego;
2. Certificações LPI;
3. Mexer com CentOS;
4. Infraestrutura;
5. Segurança;
6. Aprender Shell Script;
7. Pós Graduação.

Ao ficar chateado com algumas piadas e cobranças, foquei em algo que poderia, não transformar, mas dar um rumo diferente para minha vida…

E depois de muito tempo e luta – na verdade um pouco mais de 1 ano – consegui um emprego, apesar de não ganhar esses absurdos de dinheiro, estou trabalhando com o que sempre quis e amo, que é trabalhar com infraestrutura e segurança, estou aprendendo bastante e consequentemente ganhando experiência profissional. Ah, está dando pra comprar minhas coisas e pagar minhas contas.

Como as coisas acabam acontecendo em efeito dominó, engatei logo a prova da LPIC-1 incentivado pelo meu chefe e acabei fazendo as duas provas (101 e 102)!

Antes de conseguir o emprego, comecei a fazer pós gradução em redes de computadores pelo Cesmac (mesma instituição pela qual sou formado), minha mãe ainda pagou as primeiras mensalidades, depois “assumi o barco” e eu mesmo pago minhas coisas agora.

Também, como consequência do meu trabalho, comecei a mexer com CentOS, Endian e um pouco de Debian. Puxando ainda a parte de infraestrutura, segurança e um bocado de shell script, não sou um expert ainda, mas pretendo ter um nível de conhecimento considerável para resolver qualquer problema e saber debater como gente grande e com pessoas que respeito bastante e que trabalham na minha área profissional.

Como podem ver, as conquistas se comparadas com as “falhas/coisas não realizadas”, são poucas, mas que se tornam grandes se você e eu pararmos para pensar. E como metas para 2011, mantenho todas as minhas conquistas e o que não realizei, analisei e cheguei a conclusão que vou manter e lutar para conquistar.

1. Aprender a programar;
2. Aprender C;
3. Sistemas Operacionais;
4. Mexer com OpenBSD;
5. Colaborar com o Arch Linux Brasil e Arch Linux;
6. Postar mais no blog.
7. Aprender Inglês;
8. Continuar no meu emprego;
9. Tirar as Certificações LPI e talvez alguma da Red Hat;
10. Mexer com CentOS;
11. Aprender mais sobre Infraestrutura;
12. Aprender mais sobre Segurança;
13. Aprender Shell Script;
14. Terminar minha Pós Graduação.

Alguns podem se perguntar, e os concursos… Desistiu? Te respondo da seguinte forma, hoje não é o meu momento para focar nisto, mas sim, continuar a estudar e me focar, no meu trabalho e nas metas que tracei.

E a lição aprendida?

Prioridades mudam, assim como as metas!
Temos que saber lidar com elas, nunca desistir e correr atrás dos seus sonhos/desejos/vontades.

E que venha 2011, estamos ai para o que der e vier.

PS.:

Ainda não saiu o resultado da prova da LPI.
Antes que perguntem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *